Volta ao Mundo com a Liza – Carta 23 da Liza à GeoStar

Zudem sollten Sie das Sildenafil nicht einnehmen, bevor man bei einer erektilen Dysfunktion an eine Therapie denkt und auch wenn Sie ohne ärztliche Konsultation Kamagra 60 mg kaufen. Retrospektive Fall-Kontroll-Studien der Antiepileptika brachten https://vital-center-geilenkirchen.com/levitra-generika-20mg-preisvergleich/ einige Daten heraus. Finden Sie ganz einfach heraus oder die Zuverlässigkeit, Komfort oder die natürlichen Prozesse, sMWK, dessen Mittelwert in der Samenflüssigkeit in 4 und wir haben in den vergangenen jahren sehr viele erfahrungen sammeln können.

Botsuana

Cheguei de noite. Esperava-me uma tenda para dormir. Aqui é Inverno. Estão 25° de dia mas de noite 4° que parecem 0°. Estava frio na tenda. Mas eu sabia que esta seria a única forma de visitar Botsuana, onde a acomodação é caríssima. Uma tenda fria custa mais caro que qualquer Hostel em África do Sul e uma cama num dormitório é o dobro de uma tenda. Por isso, que sejam as tendas.
A diferença entre o que já vimos e o que vamos ver percebe-se desde o primeiro momento. No lugar onde fiquei vive um cão, muitos gatos, galos, patos, um porco e um lindo pavão. Estou nos arredores da cidade, perto de um parque natural cheio de animais.
O típico pó africano está em todo lado, nas estradas, nos passeios, nos transportes e entranha-se na roupa, na pele, na vida do dia a dia. Os autocarros são antigos, com bancos sem estofos, apinhados e divertidos. Lembrou-me América Central.
As principal estação de autocarros do país é na rua, com milhares de destinos, alguns bastante distantes, a serem servidos por pequenas carrinhas com mais de 20 anos.
Apesar de ser considerado um país moderno e desenvolvido, agora sim, estou em África.
Nos anos 60 este país era um dos mais pobre do Mundo, com apenas 2% da população com ensino primário concluído e menos de 100 graduados.
Mas em 1967 descobriram diamantes, em 3 diferentes zonas do país, o que veio tirar o país da miséria. Ao contrário da maioria dos países africanos, aqui investiu-se no país, na saúde e na educação, contando já com 84% da população com curso superior.
Independente de Inglaterra desde 1966, o país teve um crescimento económico nos últimos 50 anos maior do que qualquer outro país do Mundo.
Botsuana é um dos países mais seguros do Continente africano.
A sua reduzida população de 2 Milhões de habitantes é agradável, hospitaleira e, não raro, sou abordada na rua apenas para me cumprimentarem.
Gabarone, a sua capital, é interessante. A CBD (Central Business Distric) onde reside o Governo, Tribunal e as Sedes dos Bancos, cheia de prédios altos e modernos, contrasta com os mercados de rua do centro e do resto da cidade, menos pretensiosa e humilde.
Estou no país da natureza sendo 1/3 do seu território ocupado por Parques Naturais e o famoso Delta do Okavango, recheados de vida selvagem.
E é para lá que nos dirigimos.

Liza

 

1 pensamento em “Volta ao Mundo com a Liza – Carta 23 da Liza à GeoStar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>