Volta ao Mundo com a Liza – Carta 61 da Liza à GeoStar

Sayulita, Nayarit, Mexico

Poucas coisas no Mundo me fazem sorrir com o corpo todo como quando te vejo.
A minha vontade é sempre a de me despir totalmente e entregar-me a ti. Pelo menos toco-te com as partes do corpo que estão despidas e vibro ao sentir-te tocares-me na pele.
Mal posso atiro-me para dentro dos teus braços, sem medo, e tu envolves-me como ninguém mais o sabe fazer!
Como todos os grandes amores (e verdadeiras amizades), passado dois minutos já estamos tão à vontade que parece que ainda ontem tínhamos estado juntos.
Mas não, há precisamente dois meses que te deixei, bem mais abaixo neste grande continente, e andei a tentar descobrir outros amores tão grandes ou até maiores do que o teu.
Apaixonei-me sim, várias vezes, por diferentes razões, mas nunca com a intensidade deste amor que, por mais Mundo que corra, só consigo sentir por ti.
Sempre me mantive fiel a ti acreditas?
Visitei montanhas, planícies, desertos, vilas, aldeias, cidades, cascatas, rios, lagos…nada tem a tua força, a tua energia, o teu cheiro, a tua frescura, nada me limpa a alma como tu.
És o meu grande amor que me faz querer sempre aMAR e que sei que aMARei para sempre.
És meu e eu tua, MAR.
Bem vindos ao Oceano Pacífico. Chegamos à Praia!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>